Visit Blog
Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.
#projetocores
eijulieta · 2 hours ago
Text
Hoje eu fiz algo que há tempos não fazia: sentei no pátio de casa e fiquei observando as pessoas. Lembrei da época que meus amigos e eu costumávamos passar horas naquele pátio, sentados, conversando. Hoje me encontro sozinha. E não porque todos foram embora, mas porque eu fui. Fiquei me perguntando o que houve comigo: eu era rodeada de pessoas, realmente gostava de conhecê-las e tê-las por perto. Mas agora distante nunca é longe o suficiente delas. As decepções me fizeram uma pessoa totalmente solitária. E não tô dizendo que isso é ruim, só é estranho. Eu olho para meu eu do passado e meu eu do presente e não consigo imaginar que as duas são a mesma pessoa. Sei lá. É como se eu tivesse me perdido por aí e colocaram uma gêmea no lugar. Mas uma gêmea bivitelina - totalmente diferente.
A Julieta que perdeu a si mesma.
1 note · View note
rainha-do-nada · 5 hours ago
Text
É sobre essa constante sensação de "eu não vou mais aguentar" e mesmo assim levantar no dia seguinte, de conseguir morrer todas as noites, mas se obrigar a levantar da cama, como se o esse buraco negro um dia causado por uma supernova não fosse capaz de fechar nunca mais, e assim viver repetidamente o fim do mundo, do meu mundo, ter como incentivo já saber que as fases ruins vem com muita frequência, mas que quando os momentos que me reconstroem aparecem são para causar marcas, as boas cicatrizes, como gosto de chamar, pois ainda sinto as risadas, sinto o alivio de ser abraçada, sei que o amor existe e que ainda existem corajosos que não tem medo do amor, é que esse "eu não vou mais aguentar" é sempre para me mostrar que eu aguento.
Nicolly Pimentel
0 notes
rainha-do-nada · 5 hours ago
Text
O fim no qual eu não queria.
Por favor, não entenda as coisas mal, eu jamais que iria usar qualquer coisa que aconteceu contra você um dia, você me conhece suficientemente pra saber que eu não sou o tipo de pessoa que faz isso, ainda mais com você que eu tenho uma enorme consideração. não quero que leve em consideração as coisas antigas, isso já não importa mais, eu só não queria passar mais uma noite sem poder dizer coisas que eu gosto de dizer pra você,, e, sem dizer que te amo, os dias e as noite nos últimos dias vem sendo muito difíceis para mim, eu não consigo parar de pensar no que nós já tivemos e no que a gente poderíamos ter se continuássemos juntos. eu queria conversar isso com você hoje, pessoalmente, porque foi o dia que eu tomei coragem de te enfrentar dessa forma, porque eu sabia que eu poderia ouvir o que eu não queria, eu só queria resolver tudo isso logo, porque mesmo eu ainda te amando muito, eu não posso te segurar mais, e nem quero, isso não é parte da minha conduta, e não quero ficar implorando para você voltar comigo a poder chegar um ponto de você fazer isso por pena, se a sua decisão for mantida, tudo bem, eu entendo, você tá vivendo outras coisas agora, eu não quero mais sentir que eu estou no seu caminho te atrapalhando, eu torço muito para que dê certo e para que você possa viver sua vida da melhor forma possível, mesmo eu querendo estar sempre ao seu lado pra passar por tudo isso com você. não sei se isso pode me considerar um tolo. mas o que eu realmente gostaria de saber é porque você não me libertou disso? porque me manteve ali? mesmo vendo que era sempre eu que corria para resolver as coisas, nossas coisas (ou eram), você viu o quanto essa situação me corroía por dentro e disfarçava, mudava o assunto, e eu gostaria de saber o porque, agora te deixo ir, te deixo ir não só por você, mas, principalmente por mim, a cada dia que se passava eu ia mais para fundo do meu próprio abismo, e você, ao invés de tentar fazer qualquer coisa para me puxar para cima, me empurrava mais abaixo. eu tentei consertar, dei tudo de mim, corpo e alma, gastei até minha última fagulha de força para reverter a situação, mas não adiantou de nada sendo que o esforço vinha apenas do meu lado, eu dei tudo de mim, pois realmente amei você, e ainda amo, vai demorar para isso passar, mas sei que vai, por mim, e por todas as coisas que ainda tenho a viver, por todos que me amam, por tudo no qual eu sou, eu me liberto da prisão que eu achava que era amor, te soltei e te fiz voar, e agora estou nos meus primeiros passos para o primeiro salto.
Nicolly Pimentel
0 notes
droopgirl · 6 hours ago
Text
Palavras erradas destroem.
É Zé.. eu gostaria que as pessoas tivessem filtros em suas gargantas..
0 notes
reprovador · 8 hours ago
Text
desculpa pelas vezes em que a ansiedade cuspiu na minha cara coisas absurdas e me fez acreditar que a angústia da incerteza era menos tolerável do que a dor de abrir mão de você
perdão por demonstrar em momentos de fraqueza a minha covardia frente aos problemas que talvez eu mesmo tenha inventado
tudo isso me dói e alimenta a tristeza que me acompanha nas madrugadas solitárias em que ouço música ruim com o intuito de calar os pensamentos
eu só queria que seu abraço fosse um bem acessível a cada momento que padeço
sinto muito por ser tão pequeno e frágil
por necessitar tanto de você
sei que sou um peso
desculpa.
Gian Lucas.
24 notes · View notes
luanvitor · 9 hours ago
Text
Hoje eu não quero ouvir música sobre amor. Minha vida me fez crer no amor eterno, não é como acreditar que amor é igual moda que se desfaz quando outra estação chegar. Hoje eu não quero sentir saudade, mas se é o peso que tenho que aguentar por amar, então que seja, a saudade é implacável e nela mora o que mais importa. Se é assim que decidiu continuar, apenas tenho que respeitar, mesmo com a intenção de fazer ficar. Você não está mais aqui e terei que caminhar com as mãos soltas tentando agarrar o que sobrou, não se preocupe, não quero que fique por piedade, não foi por lágrimas que me afoguei e sim por todo esse amor. O meu silêncio se transveste num pensamento melhor enquanto o peito sente o pior, a carência bate na falta das conversas sobre tudo e nada, e o nada levaria ao infinito se a totalidade não existisse, mas é entre o equilíbrio que visto o sorriso e me deleito no pendular do que todas essas coisas podem significar. O orgulho vive a me machucar, apenas depois da melhora que consigo contar, o fundo é a prova se consigo voltar ou permanecer aonde me deixei cair, apenas não tenha piedade, não é que eu tenha que provar, mas eu já aguentei todas as coisas que nunca imaginei que iria passar, não é por mim, não é pelo outros, é pelo sentir e que seja feliz ou triste, o que eu sinto é apenas meu e isso poderei guardar. Não há como qualquer pessoa abandonar, destroçar ou menosprezar, o que é meu guardarei e continuarei vivendo mesmo que tenha o peso do mundo, mesmo que você me esqueça ou que minha vida desapareça. Este é meu texto e eu não quero falar sobre amor, não é sobre luta também, saudade não terá vez, a minha vida, porém, resguardo para que possa lembrar e contar, esta é minha vida e nada pode se comparar, você ou outro alguém não terão chances de imaginar por tudo que eu tive que passar e mesmo assim continuar, é meu sentimento que se tornou navalha e mesmo assim tenta costurar, é o meu amor que se tornou independente e mesmo assim estou pronto para cuidar.
- Luan V. V. Moraes.
7 notes · View notes
rememorastes · 14 hours ago
Text
maldita hora em que tuas mensagens passaram a ser minhas notificações preferidas; em que reler suas palavras me fazem sorrir igual uma boba e ter o coração acelerado; em que ouvir o seu "eu te amo também" me deixou com o coração quentinho.
Dara Muniz.
24 notes · View notes
charalmeida · 14 hours ago
Text
Recomece quantas vezes for preciso, mas jamais desista de você mesmo.
4 notes · View notes
rainha-do-nada · a day ago
Text
"Então esse é a sensação do fim?" eu não sei, pois esse não é o nosso fim.
Kindred
1 note · View note
rainha-do-nada · a day ago
Text
"Ouve outrora um homem pálido de cabelos negros que vivia muito sozinho;"
"Porque estava sozinho?"
"Tudo que existe precisava encontrar esse homem, então, afastaram-se dele;"
"Ele perseguiu tudo?"
"Ele dividiu-se em dois, com um machado, bem ao meio."
"Para que ele sempre tivesse um amigo?"
"Para que ele sempre tivesse um amigo!"
Kindred
1 note · View note
rainha-do-nada · a day ago
Text
quantas catástrofes vão ter que acontecer ao seu redor para que percebas que o orgulho destrói e corrompe, que precisamos demonstrar hoje, sermos hoje, que nada és tão certo quanto a morte, seja corajoso e ame, seja gentil consigo mesmo e perdoe, o dia de amanhã talvez não chegue, o amanhã é uma esperança, nunca uma promessa.
Nicolly Pimentel
4 notes · View notes
renascestes · a day ago
Text
eu tô andando em círculos enquanto abro e fecho caminhos. me dizem sempre que diálogo é ponte e através dele chegamos em outro lugar, mas sempre que chego no meio minhas pontes caem sem prévio aviso e eu grito. uma, duas, três vezes. em plenos pulmões. não sai nenhum som, meu grito é interrompido antes de se manifestar, atropelado pelos outros milhares que tentei fazer ouvir. não quero incomodar a paz de ninguém com meus sons engarrafados em gargantas travadas, só me dói não poder ser. queima minha pele esconder tanto que quero mostrar, o que tira meus ânimos mais inocentes é pensar que para ser-nesse-mundo preciso atuar algo que não me contempla mais. todo silenciamento figurativo vira falta de ar, de voz e de afeto. não me toquem se não puderem me ver de verdade, não me chamem se não quiserem me ouvir. minhas cordas vocais se negam a produzir quaisquer vibrações enquanto não houverem espaços para tudo que vive aqui, embaixo da pele. seus olhos não me vêem, seus ouvidos não me ouvem e sua indiferença me rouba o ar necessário para dizer duas ou três palavras salvadoras. não vibra em minha garganta nada além de gritos engasgados e afogados em impedimentos. todo aquele que me impede afoga meu suplício um pouco mais. só. silenciosa. fechada. espero que entenda minhas tentativas falhas e meus gestos abrangentes porque o dizer me foi roubado junto com o gritar, porque não sobra ar em meus pulmões que seja suficiente para empurrar para fora todo o lamento e potência. incapaz de respirar por baixo de tudo que me transforma em algo que não sou eu. [talvez falte ar porque tenho um universo inteiro entalado na garganta]
50 notes · View notes
refeita · a day ago
Text
silêncios
tento esquecer o quanto já estou atada a tudo que penso que nós podemos ser. suas falas pontuais somadas aos meus devaneios já são tão sincronizadas que parecemos nos conhecer há eras. te apresento meus traços longos, cheios de desdobramentos, você me mostra uma segurança que mais parece de outro mundo. talvez seja. a fala firme, a certeza da incerteza e o ouvido disponível para minhas viagens sem destino. tudo que nós somos entre os silêncios me fascina, me faz querer dizer todas as coisas e nenhuma. e eu não digo. não sei dizer. me desorganiza o passo não saber falar nada que conecte todas as sinapses simultâneas e o coração descompassado. respiro fundo entre pensamentos hiper-acelerados e me calo diante da magnitude manifesta e latente desse encontro. minha saudade persegue seu sorriso despretensioso na hora mais bela do dia, iluminado pelo sol entrando pela janela. seria aqui o teu lugar? entre minhas completudes e vazios? entre minhas expansões e recolhimentos? no nosso silêncio confortável, enquanto te vejo se perder em mil pensamentos, sinto presa na garganta a vontade de gritar que há algo mais a dizer - e não há, ao mesmo tempo.
48 notes · View notes
caoticamentemila · a day ago
Text
Gostaria de dizer que sim, que você já não me causa dor. Que já não sinto falta de contar as novidades para você. Gostaria de dizer que já virei a página sem me machucar mais e que as feridas que você causou não sangram, e que as cicatrizes não coçam. Mas não é verdade. Porque ainda me dói, ainda me machuca, ainda faz falta não ter você aqui comigo todos os dias. Não te superei , ainda não. Eu apenas aprendi a conviver com sua ausência, com esse vazio que você deixou. Aprendi a suportar não ter você aqui, mas isso não quer dizer que você passou. Não passou. Você não é passado. A sensação que eu tenho é essa: você nunca vai passar... e sabe porque? Porque você me quebrou, o tempo me reconstruiu (ele não cura), mas não me tornou inteira como antes. Fui e estou colada, apenas, como se eu fosse de vidro. Perdi pedaços importantes que me farão falta para sempre. Pedaços seus e que não permitem que você passe. Mas, não se preocupa, a dor que você causou já não é mais aguda. Pelo menos isso. Já não me arranca mais lágrimas, já não me tira o equilíbrio, já não me desespera. Já não muitas outras coisas , e está tudo bem. Tá?
milábê.
35 notes · View notes
excepcionalidadee · a day ago
Text
Eu estou com alguém porque descobri que posso ser feliz sem você, eu deixo alguém encostar em mim hoje porque sei que posso satisfazer alguém além de você. Meu sorriso ainda é sincero, mas descobri que meu sorriso pode ser sincero por mim e não só por você. O abraço que eu moro hoje me cabe muito bem, e me fez casa. Eu fui tudo o que eu pude, eu dei tudo de mim. E por alguns dias eu pensei que morreria por causa disso, mas lembro da promessa de nunca mais me autoagredir. Eu me entreguei, e hoje ainda sofro a “consequência” de te amar demais. 
Eu estou com alguém, porque vi que você seguiu sua vida e eu também tenho que seguir a minha. Eu estou com alguém que gosta de mim, assim como você gostava. Com alguém que compartilha das mesmas ideias, e pensamentos. Dos mesmos gostos, e brincadeiras. Eu estou com alguém e estou bem com isso, estou seguindo minha vida. 
Estou tentando ... 
Garota apaixonada pelo sol
101 notes · View notes
voarias · a day ago
Quote
andei só no momento em que quis andar com alguém que fazia eu me sentir exageradamente sozinha. percorri a vida com alguém vazio e me deixei pelo caminho.
Vanessa Gomes, voarias.
106 notes · View notes
rainha-do-nada · a day ago
Text
que nas minhas palavras alguém possa se encontrar, e que possa ler o que não consegue dizer, pois meu caro eu sei muito bem como é não se sentir compreendido, porém aprendi a escrever para tentar tornar o mundo menos pesado com as palavras que eu insistia em guardar dentro de mim, me pesando cada dia mais, me fincando no chão como uma âncora. e que além disso eu possa ajudar você de alguma forma, aliás, que graça teria se minhas palavras tiverem sentido só para mim? quero que você sinta também, que você se sinta tocado, que sinta que pode ser algo sobre você, que, por mais difícil que seja, em algum lugar desse enorme mundo, vai ter alguém capaz de descrever tudo por você.
Nicolly Pimentel
28 notes · View notes