Visit Blog
Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.
#arquivopoetico
luars-stuff · 25 minutes ago
Text
Amor, eu estive pensando nesta noite passada o quanto somos um do outro, o quanto nos amamos de verdade e parei pra perceber o tanto de tempo que perdi querendo encontrar uma pessoa massa quando você estava bem na minha frente toda linda, com aquele olhar encantador só esperando por um convite. E o que mais me deixou encantado é sua forma de dizer sim pra tudo e dizer não com carinho. Sabe, as vezes me pego pensando nas coisas que poderíamos fazer juntas quando nos encontrarmos. Nosso primeiro date tem de ser maneiro, hein amor? Tu vindo na minha frente com aquele sorriso maravilhoso, você dizendo: " Amor, tive um dia cansativo de viagem, eu te levando pra tomar café lá na minha humilde residência. Você dizendo: a obrigada amor, e eu respondo: preparei com muito carinho minha princesa. Tudo que eu quero viver com você um amor tranquilo e sem pensar na tragédia que seria te perder.
- Fonte: Luars- stuff
0 notes
peixe-de-aquario · an hour ago
Text
As dores do corpo,
Mesmo as de causas desconhecidas
Podem ser tratadas de diversas maneiras
Com remédios e outros tantos meios
Que se fazem cessar
E deixar de doer...
Mas e se as dores vem da alma e do sentir
Como se tratam?
Quem hoje me vê
Não vê a metade de mim...
Vê apenas meu corpo,
Meu rosto,
Meu aspecto
E por mais minha face demonstre
Não há uma evidência clara de meu sofrer
Do que me doí...
Complica-se ainda mais
Quando essa dor não se define
Não se mostra por completo
Mas, ao mesmo tempo,
Se completa em tudo e em si mesmo,
Me ocupa, me corroí...
Dói no que penso,
Doí no que vejo,
Dói no que faço...
Doí,
Apenas doí...
E dessa dor não tem remédio
Nem bula, quiçá solução
Dói na alma,
Reflete no peito
Dor de amor
Dor de paixão...
1 note · View note
ecoandopoesia · an hour ago
Text
Vem para os meus braços que eu vou Te acolher. Não importa a rua bagagem, se ela Vem carregada de lágrimas ou sorrisos. Não importa se você vem marcada pela dor, Ou se vem com as marcas de rugas de alegria Ao redor dos olhos. Vem que eu vou te acolher. O mundo pode não ter te aceitado, mas eu Estou aqui. Vem para o meu abraço e vamos abraçar Quem estiver disposto a deixar. Sandy Lauany (@sandylauany)
3 notes · View notes
peixe-de-aquario · 2 hours ago
Text
Quando criei o peixe-de-aquário, a quase 03 meses
Não tinha claro a intenção de fazê-lo
Possivelmente a proximidade de meu aniversário
Tenha sido uma das causas dessa criação.
Não tinha nenhuma noção sobre o que viria dai
E após feito, do que resultaria essa aventura.
O primeiro texto foi postado no primeiro dia de março
Um texto escrito a mais de 30 anos, o único que nunca esqueci
A partir daí me permiti criar novos e postá-los aqui.
Comentei com algumas poucas pessoas sobre o aquário
E deixei a brincadeira seguir sem me importar.
Um efeito rápido e positivo disso
É que a criação se tornou algo fácil
Mais fácil do que eu imaginava
As palavras decidiram acampar em minha mente
E se juntarem, criando textos atrás de textos
Ao mesmo tempo visitei algumas páginas
Onde encontrei inspiração para outros textos...
A jornada de criação cada vez mais intensa
Mais textos, mais textos e mais textos
Até que houve um primeiro like, e um segundo, e um terceiro...
E um susto quando um primeiro texto
Foi postada numa outra página...
Também me surpreendi quando algumas pessoas
Fizeram a louca opção de seguir a jornada do peixe...
Hoje, 77 dias depois, são quase 300 textos
E um pouco mais de 300 seguidores...
É uma sensação estranha e ao mesmo tempo muito legal...
Gosto do que sinto,
Gosto de ver minhas palavras sendo lidas
E entendidas ou não, que provoquem reações
E que que alguma forma, possam ser uteis para alguém...
Assim o Peixe segue e continuará seguindo
Povoando o aquário com palavras e sentimentos...
2 notes · View notes
colapsoepoemas · 3 hours ago
Text
Prismático
Tumblr media
Oculto prisma,
Invisível,
Altera o clima,
Em algo tangível,
Pois significa,
Algo Indizível,
Refeito por linhas,
De luzes distintas,
Cabível no espaço,
De suas luzes infindas.
Recôndito prisma,
Reflete à luz de seu carisma,
Revela aos mortais,
O arcaico segredo,
De como agregar valor,
Aos teus ideais.
Ser geométrico, organizado,
Obedece à sua natureza refletora,
Não existe possibilidade de ser influenciado,
Por impulsos exteriores, ao que posso observa-lo.
Ele é um objeto único,
Tendo dentro de si seu próprio mundo,
Com suas regras rege a luz que o ultrapassa,
de um modo discreto, em sua calma rasa.
Cores, que remetem de certa forma,
À sentimentos, significados e sabores,
Profundos, indolores, que transmitem esperança,
E permanecem na lembrança.
Porque remetem uma promessa,
Que foi feita no passado, sem pressa,
Pra lembrarmos que tudo passa,
E de sempre apresentar nossas preces,
Pois há um Deus que a ouve, e através disso,
Tudo acontece.
A água não mais submerge,
Não enche, nem mais cresce,
Pois está sobre uma ordenança,
Feita por Aquele que à todos rege.
Eric Souza. 2∆21
2 notes · View notes
peixe-de-aquario · 3 hours ago
Text
O que meu espelho pensa sobre mim?
Será o mesmo que penso
Quando em frente a ele
Fico apenas olhando, olhos nos olhos
Apenas por olhar?
Tem momentos que divago,
Navego sem rumo definido,
Buscando encontrar detalhes que não achei ainda
Um mergulho em mim mesmo
Cuja busca se resume em autoconhecimento
E expansão dos limites do que sou...
Hoje, mais do que em outros dias
Minha equação interna está fora de compasso
Alguma coisa dentro de mim está em desequilíbrio
E sinto claramente os sintomas que isso me causa
Uma carência latente, embora eu não saiba sobre o que
Uma tristeza involuntária, vazia e sem sentido
E uma dificuldade em escrever palavras
Que não remetam ao cinza e ao frio...
2 notes · View notes
peixe-de-aquario · 3 hours ago
Text
Se a análise sobre o que é o melhor de mim
É feita por mim mesmo
Ela pode até ser real
Mas não sei se é a correta...
Eu, ao me ver
E me rever
Sei de meus erros,
De minhas falhas
E de meus defeitos de fabricação...
Um outro, a me ver
E mesmo me rever
Verá apenas a visão de mim que lhe é permitida
Concedida e liberada...
Certamente não verá o lado B de mim
Não verá meus rascunhos
Ou as obras imperfeitas...
Não saberá que minhas dores nem sempre são reais
E, sendo sincero, nem sempre são sinceras...
Eu minto e conjugo todos os verbos ruins
Tenho dias amargos e noites de fúria
Permito que a ira e sentimentos pesados me dominem
E vivo nestes momentos
Tudo aquilo que somente meu espelho conhece...
Então, a vida que vivo
Se baseia em equilíbrio e consenso
Da compensação e contenção dos extremos
E da escolha das palavras pensadas, ditas e escritas...
De resto, me permito seguir nesse caminho
De criar meus textos, cenários e estórias
Contar meus sonhos, delírios e devaneios
E esperar que isso, de alguma forma
Seja útil para alguém....
2 notes · View notes
emanuh13 · 7 hours ago
Text
Quando você acordar amanhã, verá meu bom dia e abrirá um sorriso, eu sei que abre e você não sabe o quanto eu queria ver esse sorriso pois só ele arranca os meus melhores.
0 notes
esflores-ser · 11 hours ago
Text
Hoje eu não quero conversar nem ver ninguém, apenas deitar e cair na real da minha vida, não vou mais fugir dos dias ruins sabe chega, se for de ser eu vou deixar fluir, não mandamos no tempo, não mudamos as coisas já feitas o que podemos mudar que, mesmo assim é um pouco incerto somos nós mesmos.
@esflores-ser
8 notes · View notes
emanuh13 · 12 hours ago
Text
Em 4 dias você terá 27 e eu continuarei apaixonada por você mais do que quando você tinha 25.
Sou mais louca por você hoje do que era ontem, imagina de um ano pra cá.
Começou a semana do meu amor e eu vou te lembrar todos os dias até dia 21 que você não vai ficar mais velha e sim ganhar mais um ano e eu ganharei mais uma oportunidade de fazer você feliz por mais um ano e eu não pretendo desperdiçar.
0 notes
renascestes · 15 hours ago
Text
eu tô andando em círculos enquanto abro e fecho caminhos. me dizem sempre que diálogo é ponte e através dele chegamos em outro lugar, mas sempre que chego no meio minhas pontes caem sem prévio aviso e eu grito. uma, duas, três vezes. em plenos pulmões. não sai nenhum som, meu grito é interrompido antes de se manifestar, atropelado pelos outros milhares que tentei fazer ouvir. não quero incomodar a paz de ninguém com meus sons engarrafados em gargantas travadas, só me dói não poder ser. queima minha pele esconder tanto que quero mostrar, o que tira meus ânimos mais inocentes é pensar que para ser-nesse-mundo preciso atuar algo que não me contempla mais. todo silenciamento figurativo vira falta de ar, de voz e de afeto. não me toquem se não puderem me ver de verdade, não me chamem se não quiserem me ouvir. minhas cordas vocais se negam a produzir quaisquer vibrações enquanto não houverem espaços para tudo que vive aqui, embaixo da pele. seus olhos não me vêem, seus ouvidos não me ouvem e sua indiferença me rouba o ar necessário para dizer duas ou três palavras salvadoras. não vibra em minha garganta nada além de gritos engasgados e afogados em impedimentos. todo aquele que me impede afoga meu suplício um pouco mais. só. silenciosa. fechada. espero que entenda minhas tentativas falhas e meus gestos abrangentes porque o dizer me foi roubado junto com o gritar, porque não sobra ar em meus pulmões que seja suficiente para empurrar para fora todo o lamento e potência. incapaz de respirar por baixo de tudo que me transforma em algo que não sou eu. [talvez falte ar porque tenho um universo inteiro entalado na garganta]
36 notes · View notes
refeita · 15 hours ago
Text
silêncios
tento esquecer o quanto já estou atada a tudo que penso que nós podemos ser. suas falas pontuais somadas aos meus devaneios já são tão sincronizadas que parecemos nos conhecer há eras. te apresento meus traços longos, cheios de desdobramentos, você me mostra uma segurança que mais parece de outro mundo. talvez seja. a fala firme, a certeza da incerteza e o ouvido disponível para minhas viagens sem destino. tudo que nós somos entre os silêncios me fascina, me faz querer dizer todas as coisas e nenhuma. e eu não digo. não sei dizer. me desorganiza o passo não saber falar nada que conecte todas as sinapses simultâneas e o coração descompassado. respiro fundo entre pensamentos hiper-acelerados e me calo diante da magnitude manifesta e latente desse encontro. minha saudade persegue seu sorriso despretensioso na hora mais bela do dia, iluminado pelo sol entrando pela janela. seria aqui o teu lugar? entre minhas completudes e vazios? entre minhas expansões e recolhimentos? no nosso silêncio confortável, enquanto te vejo se perder em mil pensamentos, sinto presa na garganta a vontade de gritar que há algo mais a dizer - e não há, ao mesmo tempo.
23 notes · View notes
colapsoepoemas · 15 hours ago
Text
Nossa festa particular
Se tem café vamos embora
Curtir um filme até altas horas
Mas vê se não se demora,
Pois já está se esfriando a pipoca.
Vamos ler os nossos livros
Fazer um debate amistoso
Vai ser lindo
Que seja por meia hora ou uma,
Ou até por algumas,
Mas que terminemos rindo.
Sem pressa pra dormir,
O café acelera os nossos pensamentos,
E a conversa então começa a fluir,
Então aproveitaremos como pudermos,
Ao máximo, os nossos momentos.
Hoje há de ser pura festa,
Vamos nos divertir,
Ver no que acontece,
Fazer valer o "existir".
Eric Souza. 2021
7 notes · View notes
excepcionalidadee · 15 hours ago
Text
Eu estou com alguém porque descobri que posso ser feliz sem você, eu deixo alguém encostar em mim hoje porque sei que posso satisfazer alguém além de você. Meu sorriso ainda é sincero, mas descobri que meu sorriso pode ser sincero por mim e não só por você. O abraço que eu moro hoje me cabe muito bem, e me fez casa. Eu fui tudo o que eu pude, eu dei tudo de mim. E por alguns dias eu pensei que morreria por causa disso, mas lembro da promessa de nunca mais me autoagredir. Eu me entreguei, e hoje ainda sofro a “consequência” de te amar demais. 
Eu estou com alguém, porque vi que você seguiu sua vida e eu também tenho que seguir a minha. Eu estou com alguém que gosta de mim, assim como você gostava. Com alguém que compartilha das mesmas ideias, e pensamentos. Dos mesmos gostos, e brincadeiras. Eu estou com alguém e estou bem com isso, estou seguindo minha vida. 
Estou tentando ... 
Garota apaixonada pelo sol
74 notes · View notes
dramaticadora · 16 hours ago
Text
Meu corpo começa a tremer, minha respiração falha e eu sei que a única pessoa que pode controlar tudo isso sou eu mesma, mas como fazer isso quando o mundo parece estar desmoronando sobre esse corpo já tão sem vida? Queria ser forte como as algumas pessoas dizem que eu sou, mas a verdade é que não sou e talvez nunca consiga ser. Queria ser incrível como dizem, como ele que faz minha lágrimas se transformarem em risos, como ela que faz meu dias mais suportáveis, como outro alguém que está crescendo mas não esquece de dar a mãos aos que sempre tiveram ao lado dela. Eu queria ser algo mais que esse robô que só ocupa espaço em uma repetição constante de fracassos. 
18 notes · View notes