Visit Blog
Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.
#projetoalmaflorida
carentizando · 6 minutes ago
Text
eu tenho medo de me machucar novamente
medo de deixar alguém entrar e depois ter que fechar a porta
medo de me deixar conhecer e depois ter que me refazer
porque nada permanece, as coisas mudam, pessoas se vão e o tempo sempre passa, mas não pro coração, pra ele o tempo para e se arrasta em câmera lenta.
sabe quando dizem que o tempo cura todas as feridas? é mentira! ele não cura nada, só te ensina a viver com aquele buraco que ficou no lugar do seu coração.
Caren B.
4 notes · View notes
afogueada · 11 minutes ago
Text
Sobre os últimos dias
Me atrevo a chamar de "últimos dias" os que se passaram recentemente. Se eu pudesse escolher, realmente seriam os últimos da minha vida. Só quem sente sabe o quanto é difícil não conseguir encarar o espelho, mesmo que todos a sua volta repitam sem parar o quanto você é linda. Acabei de ler um texto, aqui mesmo, sobre o ato das pessoas julgarem nos outros os defeitos que você mesma tem e depois elogiaram você. Isso dói, profundamente.
Como se não bastasse, nenhuma atitude minha parecia agradar ninguém. Isso fez com que eu forçasse um bom humor inesgotável, quando na verdade estava despedaçada por dentro. Por que nada parece certo? Por que não consigo sentir que minha presença faz alguma diferença no mundo?
Não foram os últimos dias da minha vida, mas foram os últimos dias de uma fase ruim. Apesar de as vezes nos perdermos em nossos caminhos, precisamos nos reencontrar e escolher. Sendo assim, eu escolhi me levantar, me cercar de pessoas que me acolhem (presencialmente ou não), ignorar todos os comentários ruins e revidar todas as acusações com todo amor que eu sei que existe dentro de mim.
E digo mais: não é nada fácil trilhar esse caminho.
Mas busco de volta minha essência perdida, da menina que sonhava sempre alto e nunca desiste de lutar.
0 notes
markowisks · an hour ago
Text
Você já leu algum livro que você custou a virar a página e muitas das vezes você coloca este livro de lado e vaii fazer outra coisa, talvez até ler outro livro e foi até o fim. Sabe aquele livro que tu não terminou de ler esta ali, naquele cantinho e provavelmente tu nunca vai ler, tenha coragem deixa ir, dá ele de presente para alguém. Assim são os relacionamentos rasos, não se prenda, deixa ir.
0 notes
hashimoto3-14 · 3 hours ago
Text
Uma carta direcionada a ninguém...
Não há mais vida em mim. Deus roubou-me a poesia por definitivo desta vez. Pedras voltaram a ser apenas pedras e a vida já não tem sentido outra vez.
Esse looping de alegrias ardentes seguidas de tristezas torturantes vem trazendo tanta confusão e melancolia. Há tanto que eu quero, mas já não sei se terei novamente.
Incertezas estão me fazendo sangrar de um jeito nunca vivenciado antes, mais uma vez o destino me jogou em uma bifurcação e mais uma vez não sei pra onde ir. Lágrimas vem escorrendo descontroladamente sem que eu perceba, lágrimas se fazem presente nos mais inoportuno dos lugares. Eu já não tenho controle sobre a tristeza que me habita.
Direita ou esquerda? Ir ou ficar? Continuar me doando ou desistir?
Já não aguento esse maldito sentimento me consumindo. A cada dia a melancolia aumenta, a cada dia a tristeza corrói e a alegria se torna mais e mais escassa.
Transbordo de tristezas e flagelos. Talvez as coisas realmente tenham um prazo de validade e meu medo é que esse prazo já tenha passado da data limite. Ainda há algo em nossa ampulheta ou tudo já foi consumado? Sinto que cada dia a distância é maior e a cada dia resta menos coisas em que se apegar.
Conselhos me deixam mais deprimida, concordo com tudo que me dizem, apenas não sei o que fazer a respeito.
Dúvidas me atormentam e eu já não sei o que fazer sobre isso, se não sofrer compulsivamente...
Com medos, tristezas e inseguranças, H.
0 notes
persuar · 9 hours ago
Text
Eu não sustento falsidade e nem cultivo fofocas, no badalar do sino a noticia chega : É hora de ir embora
-Queila
1 note · View note
persuar · 10 hours ago
Text
Agora eu sei, todos os ângulos do seu caráter.
2 notes · View notes
persuar · 10 hours ago
Text
Demônios
Tu pensas que me conhece,
 O fundo dos meus olhos você nem checou 
 Acho graça, nas trevas ou na luz, no meio termo não importa.
Demasiada camaleoa, na brasa do meu coração não apaga a faísca da vida
 Em meus dedos escorrem para a terra todo mal que tu me fez.
Eu não desisto, sigo meu caminho,
Não escondo meus demônios inclusive até os soltei, enquanto ler esse verso 
olhe para trás um deles pode esta a sua espreita esperando que tu fraqueja
 seus demônios radioativos te consomem e tentaram me consumir enquanto os meus eu estalo os dedos e faço eles sumirem daqui.
1 note · View note
infernarais · 10 hours ago
Text
A massa da terra é de 5,97×10²⁴ kg, mas meus sentimentos de alguma maneira pesam mais.
0 notes
persuar · 12 hours ago
Text
A necessidade de ser excelente por fora enquanto aqui dentro nem nós sabemos quem somos .
Tumblr media
-Queila, 21 de abril de 2021
0 notes
luanvitor · 12 hours ago
Text
O tempo passa e sinto o envelhecer de tudo ao meu redor, o cheiro do amanhecer tão distante do que sinto ao anoitecer. O tempo pode acabar com muitas coisas, e outras parecem não se importar, não importa a hora, minuto, segundo ou lugar, sentimento forte continua vivendo e o coração que antes mal se sentia bater, agora é óbvio para quem se bate. Finjo que posso lidar, mas tenho que aceitar que nada fará passar. Eu nem sempre sei o que expressar, e me contenho muito para que não possa demonstrar e me machucar, mas o tempo todo eu quero dizer o que meu peito forçadamente esconde. Saudade é algo que machuca, não é algo que eu desejo, mas a mente sabe o que quer e o coração se afaga onde deseja sua morada. Juro e prometo quantas vezes for preciso que vou te esquecer, mas cada segundo meu peito implora por lembrar à história com você .
Você me confude, isso me machuca, mas eu não ligaria para nada disso se o final disso tudo pudéssemos dizer "nossa história" e não "a minha trajetória".
- Luan V. V. Moraes.
0 notes
silenciada · 16 hours ago
Text
queria ser dessa gente que mergulha fundo, que não se contenda em ficar apenas olhando o mar. mas tudo que sei fazer é molhar os pés por medo de me afogar.
Luiza Libanio.
15 notes · View notes
inutilidadeaflorada · 16 hours ago
Text
Amantes Deteriorados Pela Ânsia
Percorro a calma Pela noite, o corpo Por baixo dos panos Sem lenços brancos De leve a pele Que tateia a outra pele Chumbo e seda Pressa de pernas Me movendo nas areias do tempo O pó e e concretismo Entre a pele de meus dedos Os teus dedos anéis de cobre e aço O título de impostor O sonho e a resposta de gesso A contramão de verdade Aliada com o frescor dos lábios A minha maneira de sonhar Através do tato, através da intimidade Me visto de anjo caído E faço a redenção do pecado No bairro boêmio, Entre bares e bordéis A única janela de luz acessa Somos nós e nosso estigma exibicionista Eu respiro em tuas cascas de pólvora Eu me entretenho no beijo e na língua Cada promessa cuspida com zelo De quem trafica mortes adocicadas Meus olhos de momento Deslizantes na tua nudez A ideal fome de animal Duplicada em nossas vaidades
1 note · View note
voarias · 17 hours ago
Text
te sorrio toda vez que meus olhos encontravam os teus. teu cheiro agora já tão familiar que perfuma meus dias, suas piadas ruins que me arrancam gargalhadas sinceras. a segurança de um quarto escuro e nossas pernas entrelaçadas. nosso futuro agora caminhando lado a lado, nosso passado que trilhou caminhos para que hoje o teu cruzasse com o meu. a vida, as placas tectônicas e os planetas que se alinharam e nos fizeram acontecer. obrigada por tanto, por tudo aquilo que somos e texto nenhum pode descrever. obrigada pelas histórias contadas e pelas as que estamos construindo agora. é um prazer enlouquecer e reencontrar a sanidade da vida com você.
voarias
83 notes · View notes
marciamarko · 18 hours ago
Text
DESEJOS INSANOS…
São esses pensamentos insanos
Que me acorrentam em você
Que fazem eu perder a cabeça
Me jogando aos seus pés
Estou no chão
De tanto te querer...
Ser domada nas suas fantasias
Ser amarrada no seu corpo
Ser castigada aos seus castigos
Ser a carne do seu gosto
E me estremecer com o seu prodígio
Excepcional de me deter
Quero-te dentro de mim
Preenchendo-me de prazer
Em seu quarto-delírio
Sentindo os meus lábios em flama
Com os meus pulsos prendidos
Amarrada na sua cama…
São esses desejos insanos...
MárciaMarko
https://sonhandopoesias.blogspot.com/2021/04/desejos-insanos-um-poema-de-marciamarko.html
5 notes · View notes
maricarla · 18 hours ago
Text
você que chegou de mansinho, que se instalou antes que eu pudesse perceber, você que do nada, se tornou tudo e que depois de tudo, se foi do nada, você que poderia ser tanta coisa, inclusive o amor da minha vida, decidiu ser isso, uma memória dolorosa.
Maricarla Gomes.
2 notes · View notes
honestidades · 19 hours ago
Text
Chorou ao andar pela cidade. Como o vazio podia ser tão devastador? A solidão segurava sua mão Era uma companheira leal Nada fazia sentido Tudo era tão superficial Enquanto caminhava Desejava sentir-se viva.
- Paulinha
3 notes · View notes
carentizando · 19 hours ago
Quote
O seu erro foi achar que eu ficaria aqui, parada esperando você ir, pular de galho em galho até perceber que era de mim que precisava esse tempo todo. O seu erro foi achar que eu ficaria assistindo você brincar com meu coração como quem brinca com um ioiô, sabe aquele brinquedinho que vai e volta? Pois é, meu coração não é um brinquedinho desses pra você ficar indo e voltando sempre que a carência bater. O seu erro foi achar que ninguém ocuparia o seu lugar e o pior de todos foi achar que eu não deixaria alguém ocupa-lo. Agora que você se deu conta do que perdeu e se arrependeu de tudo que me fez passar, também se deu conta de que sim, ninguém é insubstituível! E eu que achava que você era a minha fonte da felicidade, aprendi que essa fonte vive somente dentro de mim e que eu sou o motivo dela, você foi apenas alguém que me proporcionou alguns sorrisos, sorrisos esses que nem se comparam ao tanto de lágrimas que derramei por ti. Aquela frase famosa que sempre vemos por aí: “quem muito se ausenta uma hora deixa de fazer falta” faz todo sentido agora. Você se foi achando que ia fazer falta e acabou me fazendo um favor, obrigada.
Caren B.
160 notes · View notes