Visit Blog
Explore Tumblr blogs with no restrictions, modern design and the best experience.
#sociedade dos poetas mortos
apenasumsolitario1 · 5 days ago
Text
Outra noite em claro e as dores no meu corpo já dão sinais.
Tão cansado que não posso nem mesmo dormir. Tantos segredos guardados e prometi a mim mesmo que não choraria, essa foi só mais uma promessa que eu não consegui cumprir.
Estou tão cansado da vida, como será que fiquei tão cansado? Ninguém pode me ajudar, será que alguém pode me fazer voltar a sorrir? Fazer tudo parecer valer a pena?
Pego um trem de fuga que me leve daqui e que me faça esquecer da dor.
41 notes · View notes
Text
O Ansioso
Ele acaricia meus cachos Do jeito que ensinei a ele Me olha sorridente e parece feliz. Eu só o vejo dessa forma: Sorridente. Pergunto a mim mesma se sua felicidade É por minha causa Afinal, ele está do meu lado… Não, não exatamente do meu lado. Depende do dia, normalmente em cima de mim, As vezes ele me quer de quatro. Ele sussurra palavras bonitas Na verdade não as acho tão bonitas, mas as aceito Como um elogio. Tudo vindo dele parece um elogio. Acho que deveria me sentir grata pelo fato Dele sempre parecer muito ansioso pra tirar minha roupa. Ansioso demais. Deve ser a pressa pra voltar pra casa.
Ele sempre sorri quando se despede Não volta até estar… Ansioso, novamente. Na outra noite ele parou de sorrir Quando perguntei exatamente o que somos. Quando questionei sobre nosso relacionamento Ele parou de parecer tão feliz. Disse que não estava pronto, Que era: Jovem demais. Ocupado demais. Mas para mim, parecia ansioso demais Só que dessa vez, para se livrar da conversa. Ele foi. Não voltou. Fiquei sozinha Novamente. Esperando alguém ansioso aparecer. Pra me elogiar, enquanto tira meu short. Suspiro, recolhendo todos os cacos do chão.
— Vale tudo se eu não ficar sozinha.
Tumblr media
Tumblr media
Tumblr media
Tumblr media
1 note · View note
Text
A Garota Que Pegou Fogo
Ela atravessou o campo entre lamúrias e gemidos.
O som da guerra que fora travada há alguns anos
Ninguém se atreveu a lhe parar,
Ninguém se atreveu a lhe impedir.
O olhar em seu rosto era assustador.
Feito de aço, desilusão e coragem irredutíveis.
Ela atravessou o campo, enquanto flechas lhe atravessaram,
Balas e espadas lhe dilaceravam a carne.
E mesmo com aflição,
Com tanta angustia e tortura...
Ela continuou. 
Nada além da teimosia lhe envolvendo,
Arrastando seu corpo até o outro lado.
A grande fogueira lhe esperava.
E em um grito de ódio, fez o seu ato final:
Raiva gelada que agora borbulhava como larva.
Entrava em ponto de ebulição,
Foi liberada.
E ela pegou fogo, dando um sorriso perturbadoramente aliviado
Sentindo seu corpo derreter e sua alma ser elevada aos céus vermelhos.
Finalmente, finalmente, finalmente!
Liberdade lhe envolveu.
E de suas cinzas e sangue...
Tudo o que sobrou fora sua alma.
Tudo o que sobrou foi o canto triste
— E a fênix recém-nascida. 
Tumblr media
3 notes · View notes
apenasumsolitario1 · 8 days ago
Text
Enquanto caminhava com uma amiga observando o por do sol, dizia-me ela: "Você é uma pessoa extremamente inteligente porém nenhum pouco sábio. Até quando você vai viver dessa forma? Você tem tanto medo de se machucar que você não permite que ninguém faça parte da sua vida, você é autodestrutivo, você se sabota o tempo todo, e tudo isso por medo. Já está na hora de você permitir que as pessoas gostem de você, permita que as pessoas te amem."
Completamente surpreso com o sermão que eu acabara de levar, eu apenas respondi: "dói demais."
9 notes · View notes
escapoems · 8 days ago
Text
orgulho
tenho que admitir, sou orgulhosa
se não fosse, não existiriam esses versos
existem pois me perco em finais avessos
queria ver novamente a sua pele brilhosa
queria que aquela não fosse a última vez
lembro de como eu ficava ansiosa
sempre pensando na sua voz grossa
não aguento mais lidar com a escassez
sinto falta da sua aura maravilhosa
do jeito que estou, ouviria seus passos
saberia a costura exata dos seus bolsos
e me perderia na sua lábia preciosa
quem sabe pudéssemos jogar xadrez
e eu não seria mais tão cautelosa
lembrar aquela sensação deliciosa
mas é uma pena que tudo se desfez
sinto sua falta.
— Cre4tiv3.
2 notes · View notes
apenasumsolitario1 · 15 days ago
Text
O que fiz pra essa menina
Que insiste em não ser minha menina
Que atravessa-me
Feito punhal
Ao menor sinal 
Do verbo amar
O que fiz pra essa menina
Que tenta entender o amor
Coração que se quebrou
Por um outro amor
Que não vivenciou
Que não esquece dessa dor
Que já pasou, cicatrizou
Mas ferida
Renunciou o meu amor
9 notes · View notes
umaleitoradalua · 19 days ago
Text
Tumblr media
Tumblr media
Tumblr media
Tumblr media
Tumblr media
DEAD POETS SOCIETY (1989)
Genre: Drama/Teen
Age rating: 12
Duration: 2h20m
Staring: Robin Williams, Ethan Hawke, Robert Sean Leonard...
Rating: ★ ★ ★ ★ ★ ♥️
About the movie:
(pt-br)
Sociedade dos Poetas Mortos conta a história de alguns garotos que estudam em uma espécie de internato masculino bem rígido. Lá os alunos têm o objetivo de agradar somente aos desejos dos pais, como, por exemplo, passarem em uma boa faculdade e exercerem uma profissão considerada "digna", como médicos, advogados, empresários, etc. Mas com a chegada de um novo professor de literatura, John Keating (Robin Williams), as coisas parecem mudar para os garotos. O professor os faz enxergar além daquilo que a escola prioriza, e com a expressão "carpe diem" e o segredo de uma sociedade conhecida como "Sociedade dos poetas mortos", o professor desperta nos garotos o amor pela literatura e poesia, que posteriormente os ajuda a tomar conhecimento de si mesmos.
Opinion:
(pt-br)
O filme é daquele tipo que ou você sai chorando pela casa, ou simplesmente fica sentado duas horas no sofá refletindo sobre a nossa sociedade (eu, no caso, fiz os dois). Ele traz um apelo muito legal em relação a importância da arte na vida das pessoas, e como ela consegue enriquecer as nossas almas. O filme também aborda aquele tema bem polêmico de que as escolas cobram demais dos alunos e não os deixam ser eles mesmos. Eu nem preciso dizer o quanto fiquei apaixonada pelo professor Keating, e o seu modo criativo, inovador e adorável de ensinar. Também é impossível não se apaixonar pelos garotos, que nos fazem rir, chorar, e refletir sobre os nossos comportamentos. Sem dúvidas, depois desse filme, deveríamos começar a pensar a respeito da grande pressão que colocamos em cima dos adolescentes, que, muitas vezes, os sufocam de uma forma tão intensa que faz eles se tornarem adultos sem identidade. Eu diria vinte vezes que assistiria esse filme novamente. Ele é inspirador, e extremamente tocante. Caso queira um filme para refletir sobre questões sociais, ou somente para soltar boas risadas e chorar bastante, esse é o filme ideal para você.
Agradeço a leitura, e lembre-se: Carpe diem!
Com carinho,
Fernanda Oliver
1 note · View note
apenasumsolitario1 · 21 days ago
Text
Uma amiga fez esse poema e disse que eu fui sua inspiração...jamais achei que pudesse inspirar alguém a algo. Tô chocado.
MULTIVERSOS
Como pode alguém que busca responder questões do Cosmos e compreender arquétipos com a razão
Mas não quer viajar nas emoções. 
Uma química em comum , porém nada de espaço pra mais um
Seguro com os pés colados ao chão . Me deixa tocar este coração 
Deixa a passagem dos aguilhões impulsiona-lo , e vem sentir o estreito laço em meu peito.
Certeiro como a flecha de um cúpido, abandona estes teus livros
Pelo jeito homem pequeno mas de grandes atitudes 
Louco pra alguns ... mas cheio de virtudes
A meta é percorrer o meu universo
E ao final perceber que paralelas que se cruzam nos multiversos da emoção sempre ressoam mais do que a razão.
#multiversos
7 notes · View notes